quinta-feira, dezembro 30, 2010

Clérik Ambroise Collection - Caron

Foto: Liam Goodman
Estamos sem dúvida no auge das tecnologias de produção. A ordem do dia é produzir mais e em maior velocidade, com muita produtividade e repetibilidade. Por isso, soa estranho quando ouço que uma embalagem, uma simples embalagem de perfume demore mais de um dia para ficar pronta.
Assim são as embalagens da Clérik Ambroise Collection, mais uma vez da marca Caron. Os frascos em si não tem nada de mais. A decoração é que é o verdadeiro diferencial destes produtos. E por uma boa razão.  Pasmem, cada frasco, de design com inspiração Vitoriana é delicadamente decorado a mão.  O frasco, para começar não é de vidro e sim cristal. E cada unidade do produto é, cuidadosamente coberta com uma camada fina de verniz e depois levada ao forno de recozimento a uma temperatura mínima de 575ºC. Depois, artesão franceses selecionados, mais precisamente da pequena cidade de Igé, pinta individualmente cada uma destas pequenas jóias com 16 quilates de ouro líquido.
Depois de prontas e embaladas, os delicados frascos seguem para a luxuosa loja Phyto Universe, que fica em Manhattan. Nesta boutique, clientes selecionados podem escolher estas embalagens para conter um dos Eau de Parfums originais da marca Caron de sua escolha. Um presente exclusivíssimo, não acham?
Fontes:

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Aimez-Moi - Caron

 
 Criado em 1996 pelo perfumista Dominique Ropion, o perfume Aimez-Moi, da marca Caron, é um daqueles que tem histórias interessantes para contar. E é claro que a embalagem é uma das personagens principais desta história.
Para começar, existem relatos de que o produto seja uma releitura moderna de um outro perfume da marca Caron, chamado N'Aimez Que Moi e lançado em 1917. Com o início da Primeira Grande Guerra, aproveitou-se a oportunidade de se lançar no mercado um produto que pudesse ser oferecido como símbolo, como jura de amor entre jovens apaixonados na iminência da inevitável separação causada pelo conflito.
Antes de julgarmos o oportunismo da marca Caron diante de um evento trágico como este, é interessante notar que a idéia de ligar a perfumaria às emoções fortes e ao alívio dos sofrimentos causados pela Guerra foi algo explorado à exaustão por várias marcas na época, algumas com grande renome e reconhecimento atual, inclusive.
A embalagem que você vê aí em cima, na imagem que abre o post, me chamou a atenção por sua simplicidade e beleza.
Criada por Federico Restrepo para o lançamento da fragrância, o frasco de vidro flint tem um marcante formato de abóboda. Os detalhes em sua base, dão a impressão de que o mesmo fora torcido durante sua produção. No fundo, relevos que partem do Centro em direção ao perímetro do frasco conferem um efeito ótico bastante interessante independente da posição que se olhe o frasco.
A tampa é composta por uma peça plástica pigmentada em um belo azul transparente  que combina muito bem com sua parte inferior metálica dourada. No topo da tampa, um outro detalhe metálico bem delicado traz gravado em baixo relevo o nome da fragrância.
O cartucho é muito simples e foi impresso somente em dias cores (azul e amarelo).
O mais impressionante deste produto é que esta bela embalagem foi em algum momento substituída por outra que não carrega o mesmo glamour da descrita acima.
Veja na imagem abaixo que a embalagem foi completamente redesenhada (infelizmente não consegui informaçōes sobre o designer responsável pelo repackaging) e ganhou linhas muito mais simples e menos sofisticadas.

O frasco continua flint, porém agora é mais alto e mais fino. Tem um formato semelhante a um daqueles "porta-temperos", utilizados para se moer pimentas. De fundo bem mais grosso (inclusive com alguns relevos) do que o original, não deixa de ser bonito, mas convenhamos não tem o mesmo charme. 
Nesta versão, a decoração é simplesmente uma etiqueta autoadesiva nas cores branco e dourado.
A tampa, na minha humilde opinião, é medonha! Toda dourada brilhante, dá a impressão que pode ser vista à quilômetros!
Já o cartucho segue com a simplicidade do original, nas cores dourado e branco, com um resultado até melhor do que o azul e dourado do anterior.
Abaixo, você encontra alguns dos anúncios para mídia impressa da versão de 1996 da fragrância:

E aqui, um interessante vídeo mostrando a visita da pin-up Sasha Philippe (para osite "holala.ch") à Maison Caron:



Fontes:
Scented Salamander
Youtube

terça-feira, dezembro 28, 2010

Notinha Rápida - Twitter

No momento exato que escrevo este post, está rolando no Twitter, mais precisamente nos chamados Trending Topics, a hashtag #celebsperfumes. Resolvi postar aqui no blog, pois como o Twitter tem alcance mundial, quando temos uma hashtag relacionada, mesmo que indiretamente com embalagens, aparecendo nos assuntos mais comentados do momento, ganhamos uma oportunidade rara de conhecer muitos perfumes que normalmente não aparecem aqui pela terra brasilis.
Vale a pena dar uma olhada e pesquisada. Quem sabe não aparece alguma coisa interessante?
É claro que é preciso também uma certa dose de paciência e perseverança, pois no meio da avalanche de informações, muito lixo também aparece.
Em tempo: O blog Um dia, uma Embalagem também tem um perfil no twitter! Basta seguir o @packbyday
Abraço

domingo, dezembro 19, 2010

Parlez-moi d’Amour - John Galliano


Inspirado pela canção de mesmo nome, interpretada por Edith Piaf,  John Galliano lançou em outubro último seu novo perfume, chamado de Parlez-moi d'Amour (Fale-me sobre o amor, em francês). Segundo estilista, a idéia para o perfume veio de sua constatação que, com o advento das novas maneiras de se comunicar (internet, celulares e email), a arte de se apaixonar perdeu seu charme. 
O design da embalagem representa a coragem que, neste século 21, é preciso ter para escrever a mão seus sentimentos em uma carta.
Bem alinhado com o conceito, o frasco de vidro flint tem grande espessura no fundo e formato retangular com relevos alusivos a um envelope. A coloração rósea da fragrância se encarrega de conferir a aura o romantismo que permeia toda a produção. A decoração do nome da fragrância em letra cursiva (como se escrita a mão, é claro) é em dourado brilhante no painel frontal. Um outro um detalhe neste painel é um selo de carta, com uma estampa floral, mais precisamente rosas coloridas, e o nome do estilista na cor preta.
A tampa tem aspecto metálico, na cor dourada super brilhante e é toda gravada em alto (o "G" em letra gótica da marca Galliano no topo) e baixo relevo (o nome do perfume) no seu perímetro. Aqui, vale o comentário de que o dourado brilhante retornou com tudo desde o lançamento do perfume 1 Million, de Paco Rabanne e deixou de ter aquela imagem que beirava o brega.
O cartucho é simples, decorado predominantemente nas cores rosa e preto e também traz os motivos alusivos à arte de se comunicar através de cartas.
O vídeo abaixo, mostra bem os detalhes desta bela embalagem:





Toda a campanha publicitária, como você pode ver abaixo, é estrelada pela jovem atriz  Taylor Momsen, da série Gossip Girl.






No vídeo abaixo, o próprio John Galliano fala sobre a fragrãncia e sobre a escolha da atriz como representande da fragrância:







Fontes:
Youtube
Fragrântica
The Scented Salamander
Sandi In The City



sábado, dezembro 18, 2010

Homenagem - Ensaio sobre a Colônia Rastro

Este é um post diferente daqueles que você leitor, costuma ler aqui no blog. Queria fazer algo inusitado e inesperado e meu primeiro impulso foi fazer uma daquelas retrospectivas dos posts que rolaram neste ano de 2010, mas imediatamente me veio a sensação de que isto não seria nada original. Decidi então fazer uma homenagem ao post de maior audiência aqui do blog. O post que fala sobre o perfume Rastro é o que tem mais comentários dos leitores desde que criei o Um dia, Uma Embalagem. O carinho que os visitantes tem com este produto é tão apaixonante e inspirador que, na minha opinião merece esta homenagem.
Todos os fãs deste produto sabem que a marca Rastro agora pertence à Hypermarcas e que a empresa relançou este produto com uma embalagem que em nada representa a história que este nome carrega.
Por isso, a homenagem que pensei é um redesign da embalagem de Rastro, resgatando o glamour e a omagem que ainda persiste nas mentes apaixonadas pela marca criada por Aparício Basilio da Silva.


Ai em cima, você vê a embalagem original do perfume em uma foto que tirei quando visitei o Espaço do Perfume, em São Paulo.
E abaixo, a embalagem atual, dificíl de ser encontrada conforme relatam os leitores do blog, que manteve o logo original, mas mudou sua cor para vermelho. O design deste frasco também é completamente distinto, inclusive com uma foscação inexistente no original.

Como disse antes, minha idéia é homenagear o design original, mas modernizando-o sutilmente, trazendo-o para o século 21.
Então, resgatei as linhas do frasco de vidro original e adicionei peso, para que ficasse com o fundo bem grosso. Imaginei também que o produto pudesse ter uma pump mais fina, de perfil baixo, na cor prata brilhante.
A tampa, em vez do alumínio da versão atual, poderia ter formato semelhante ao do frasco antigo, porém de material plástico transparente, como por exemplo PCTA, Surlyn ou ainda Glass Polymer. Um anel metálico na tampa completaria o conjunto.A decoração poderia ser simples. Somente um silk na cor preta ou um hot stamping prata brilhante.
As imagens deste "ensaio", vocês podem ver aqui embaixo. Espero que gostem desta homenagem.




Após o jump, você poderá ler de um dos posts que já fiz que contém todos os links para as postagem sobre a colônia Rastro que pude encontrar por aí!

Rastros de Rastro

sexta-feira, dezembro 10, 2010

Terre d'Hermès Edição Limitada - Hermès

O perfume Terre d'Hermès foi um dos primeiros produtos que eu postei aqui no Blog, isto ainda em março de 2007 (leia o post aqui). Isto mostra que os produtos também evoluem e se reinventam. No caso dos perfumes, isto acontece primordialmente através da embalagem.
Nesta edição limitada da fragrãncia, de apenas 30ml, especialmente criada "para viagem", o que me chamou a atenção foi o uso inusitado de um acessório de metal, que faz as vezes de um clip, como se o produto fosse para ser carregado preso no cinto ou no bolso.
Praticamente toda a embalagem, chamada carinhosamente de "flacon H" pelos designers da empresa, foi produzida pelo grupo francês Qualipac/Pochet, começando pelo frasco de vidro, de formato retangular. O detalhe da letra "H", que na versão original aparecia em relevo no fundo (bem difícil de fazer, por sinal) agora foi substituído por uma pintura translúcida na cor terra, que por conta da refração invade todo o vidro e parece ser maior do que é na verdade. A decoração é feita em silk screen, exatamente igual a da versão original.
A letra "H", não foi esquecida. Ela agora é aparece em uma peça de metal de mais ou menos 1,5mm de espessuras, recortada e dobrada cuidadosamente e depois colada no ombro do frasco. Esta peça, feita provavelmente pelo braço chines da Pochet é que serve de "clip".
Completam o produto uma pump de rosca 13mm, tamanho muito pouco utilizada aqui no Brasil e uma tampa de construção bastante simples. Com formato cilindrico, a tampa, de material plástico pigmentado preto, é bastante fina e é vazada no topo, por onde pode ser ver uma pequena "moeda" metálica com o nome da marca gravado em relevo.
Um outro detalhe interessante é que o produto é refilável e já vem com uma embalagem de 125ml própria para isto.
O produto é muito bem montado e as tolerâncias devem ser bem apertadas, reforçando todo o aspecto geométrico e até arquitetônico do design, com suas linhas retas e limpas, misturando plástico, metal e vidro.

Abaixo, o vídeo da edição original:



 Fontes:
Youtube
Pochet


domingo, dezembro 05, 2010

Midnight Pearl - Oriflame


O último lançamento da marca Sueca Oriflame é um perfume chamado Midnight Pearl. Tanto o perfume quanto a embalagem têm inspiração na rara beleza das pérolas negras do Tahiti e foram desenhados para transmitir paixão, elegãncia e mistério.
O design do frasco é obra do trabalho conjunto de Stephanie Basco e Marie Cluzel, conhecidas designers de jóias, especialistas em pérolas negras e que já trabalharam inclusive para a Baccarat. Elas também já haviam sido premiadas em 2005, por seu trabalho diferenciado com as pérolas no Tahitian Pearl Trophy.





O frasco de vidro tem formato de uma espécie de medalhão octagonal, que contém em seu centro uma pérola negra. Neste local foi colocada a decoração em silk screen na cor dourada, que combina bem com o tom de azul escolhido. No cache, a empresa optou por colocar um pingente de pérolas negras, que pode ser retirado e utilizado como colar ou pulseira. Aliás, o colar é vendido separadamente. Há também, uma fita de cetim preta, que completa o conjunto.

Um detalhe interessante e que deve ser mencionado, é o fato do produto prever a possibilidade de refilagem, uma característica (e uma tendência) cada vez mais presente na perfumaria que tem influenciado no design dos frasco e na escolha das pumps utilizadas. A empresa escolheu implementar esta possibilidade somente na versão 50ml da fragrância.
A tampa é bem simples, em formato óbvio de esfera (ou pérola, como queira), feita de plástico na cor preta.

Toda a comunicação da fragrância é estrelada pela supermodelo russa Natalia Vodianova e a produção se aproveitou bastante do conceito das pérolas negras e do tom azul que permeia todo o produto:






Abaixo, o vídeo feito para TV:



Bom, com o atual fluxo de empresas de cosméticos desembarcando no Brasil, não me suepreenderia se eu começasse a ver por aqui, os belos produtos desta empresa que admiro cada vez mais!

Fontes:
Oriflame
Fragrantica
Youtube

terça-feira, novembro 30, 2010

All-wrapped-up - Jenny Van Sommers

Que a embalagem é protagonista em campanhas publicitárias nós já sabíamos. Que, em muitos casos, a embalagem é o único esforço de marketing que muitas empresas promovem, também não é novidade. Que o design de embalagem pode ser utilizado para reforçar e complementar um conceito, já não nos causa estranheza.
Mas o design de embalagem, principamente o de fragrâncias é, sem dúvida, um poderoso instrumento visual e sensorial. Mas, quando dizemos que o produto é a embalagem, isto é muito mais perceptível no caso das fragrâncias.
Quando vejo trabalhos um dos últimos da premiada fotógrafa Jenny Van Sommers feito para um editorial da revista Nowness, percebemos que os enunciados acima são mais do que verdadeiros.
Neste trabalho, chamado de "All Wrapped Up", Jenny Van Sommers, em conjunto com o designer Gary Card, literalmente "reembalam" fragrâncias famosas de marcas como de Marc Jacobs, Ralph Lauren, MoreStill, Jean Paul Gaultier, Prada, Maison Martin Margiela com os mais diversos tipos de materiais, entre eles tecidos, linhas, latex, etc.
O que chama mais a atenção é que o trabalho não teria muito sentido se os designs originais das embalagens não tivessem papel tão importante no sucesso destas fragrâncias. A "reembalagem" somente reforça os atributos que já estão lá. Design, em última instância, é personalidade do produto. Genial!
Como várias destas fragrâncias já foram objeto de posts neste blog, vamos ver quem é que tem boa memória visual para identificar o quais fragrãncias estão debaixo do trabalho da fotógrafa e do cenógráfo. Vamos lá, deixe nos comentários o seu palpite sobre de quais produtos são as embalagens abaixo:










Em tempo, Jenny Van Sommers já fotografou campanhas para a Prada, Jil Sander, Nike e Audi, entre várias outras que podem ser vistas no seu website (veja link no final do post).

Fontes:
Nowness
JennyVanSommers.com
TrendLand
Gary Card

segunda-feira, novembro 29, 2010

Infiniment - Chopard

Chopard é uma daquelas marcas que estão por aí há muito tempo. Para ser mais preciso, a relojoaria de luxo foi fundada em 1860, na Suíça e possui em seu portifólio de produtos, além de relógios, jóias e acessórios, é claro: fragrâncas.
Joalherias e relojoarias de luxo tem como tradição a beleza e a precisão dos seus produtos e todo o expertise neste ramo é aplicado no caso das fragrâncias, que eles não deixam por menos.
O perfume Infiniment, lançado pela marca em 2004, já não está mais disponível do mercado, mas sua embalagem é bastante interessante e, de certa forma, antecipa uma série de elementos técnico e de design que se utiliza atualmente.
O design do frasco, feito de vidro polido é do designer Jerome Faillant Dumas. Tem formato esférico clássico, de fundo grosso, quase sem base. Praticamente fica em pé devido ao centro de gravidade ficar bem embaixo.
A decoração também é simples: Somente o nome da fragrância e da marca gravados em silk screen.
A pump, super espartana não tem nenhum atrativo a mais. Por ser prata, contrasta com o tom dourado que o produto possui.
A tampa, em material plástico transparente completa o design do produto. Um acessório de metal colado quase que se transforma em uma espécie de alça, pois a peça transparente quase que some, provocando uma interessante ilusão de ótica. No topo desta peça, está gravado o nome Chopard, em baixo relevo.
O cartucho é bem simples, impresso com somente 2 cores. O destaque fica para o uso inusitado e interessante de um "moiré" como elemento decorativo no cartucho.

Abaixo, a imagem do anúncio para mídia impressa:

E aqui, um vídeo feito em comemoração aos 150 anos de existência da marca:




Fontes
Ciao
The Moodie Report
Youtube

domingo, novembro 28, 2010

Bombshell - Victoria’s Secret


A marca Victoria’s Secret é obviamente mais conhecida pelas lingeries que tornam as mulheres bonitas ainda mais  e também pelas supermodelos que utiliza em suas campanhas. 
Mas não só de lingerie e mulheres bonitas vive a empresa. A marca possui também uma extensa linha de produtos para beleza e entre seus produtos, destaco sua nova fragrância, chamada Bombshell.
Bombshell, segundo o dicionário, é a palavra utilizada para designar algo que causa um efeito repentino, inesperado e sensacional. Não há como negar que o nome está muito bem alinhado com a imagem da marca e seus produtos. A frase "Sexy today. Sexy tomorrow. Sexy forever.", que acompanha toda a estratégia de comunicação da fragrância reforça este posicionamento.
O design da embalagem, como não poderia deixar de ser, também faz parte do branding da empresa, e é, com certeza, um dos segredos da Victoria!!!
O frasco é de vidro, com linhas retas e possui um inteligente uso de técnicas de decoração. Por exemplo, foi utilizado um silk screen que imita foscação no painel frontal combinado com uma pintura rosa no fundo. A refração do vidro “estende” este tom róseo para todo o frasco, inclusive na área fosca, o que dá um efeito surpreendente (lembra do significado da palavra bombshell?).
O cache é uma peça estriada em tom metálico e serve de base para tampa. Aqui, vale um comentário, pois cada vez mais está se deixando o cache à mostra, multiplicando assim as possibilidades de design. Neste cache, foi aplicada uma fita de cetim preta decorada com o nome da fragrância na cor rosa. Caprichosamente, ainda há uma pequena medalha prata no frontal do perfume, bem em cima da fita, onde se lê as iniciais V e S, logo reduzido da marca.
A tampa é em plástico transparente na cor rosa transparente e cobre uma pump prata brilhante um tanto quanto alta para o padrão atual.
O cartucho segue a tendência de ser mais simples. De formato retangular, é impresso em 2 cores.
Abaixo, algumas imagens de alguns eventos que foram feitos para o lançamento da fragrância e a marca escalou nada mais nada menos que as modelos Alessandra Ambrosio, Miranda Kerr e Candice Swanepoel.


Com um time destes, não há como não ser sucesso!


Nos links abaixo, você poderá ver muitas outras imagens:
Fontes:

segunda-feira, novembro 22, 2010

White Goldskin - Ramon Molvizar



Em primeiro lugar, acredito que esta embalagem é muito inovadora em muitos aspectos. E, em segundo lugar, acho que esta é a primeira vez que vejo uma embalagem de perfume feita de polipropileno expandido. Isto mesmo, um material semelhante ao poliestireno expandido, nosso conhecido Isopor.
White Goldskin é o nome de uma das fragrâncias de luxo da linha Ramon Molvízar, da empresa espanhola Béjar Signature.
O frasco de vidro tem o formato de diamante lapidado, já exaustivamente utilizado nos designs de perfumes por aí. Curiosamente e na contramão dos Perfumes que tenho comentado aqui, destaque vez toda a inovação está no cartucho.
A versão que você vê na foto que abre este post é do relançamento do perfume, que recebeu, para esta ocasião, um repacking que transformou o cartucho anterior, feito de madeira.
Para este versão, a empresa alemã Storopack, sugeriu o uso do o EPP (polipropileno expandido), principalmente pela capacidade do material em oferecer os mais diferentes formatos, com a vantagem de possuir baixo peso e excepcional resistência e capacidade de proteger o frasco.
Para se conseguir o efeito desejado, os especialistas em EPP da Storopack, utilizaram uma texturização especial no molde, que provoca uma laminação no exterior do cartucho, formadores por suas partes: base e tampa.
A base, que serve também de suporte para o frasco, acomoda uma faixa cuidadosamente posicionada onde está gravado em prata o nome da fragrância e a indicação quantitativa. Já a tampa não possui nenhuma gravação aparente.
Depois de encaixadas, as duas partes são unidas por uma cinta de papel cartão impressa. 
O resultado é interessante e inusitado, principalmente por este ser um material proporcionar uma aparência e uma experiência completamente diferentes do que se costuma ver em uma embalagem de perfume.

Fontes: 

www.storopack.com
OpenPR

domingo, novembro 21, 2010

212 VIP - Carolina Herrera


A embalagem da linha de perfumes Carolina Herrera que atende pelo nome de 212 já se tornou clássica.
A empresa se apropriou tão bem da forma de pílula que esta já é sinônimo de perfumes da marca. Já saíram várias versões do perfume, com diferentes cores e materiais, mas o indefectível shape de comprimido está sempre lá, firme!
O lançamento que vou comentar aqui é o 212 VIP, último lançamento da marca, principalmente por que, quando vi a embalagem pela primeira vez, imediatamente me veio à cabeça a sensação que esta versão personifica exatamente casamento do conceito do perfume com o design da embalagem.
Tudo começa com a pergunta: Are you on the List? (Você está na lista?), que é exaustivamente repetida em todas os materiais desenvolvidos para a divulgação da fragrância, inclusive, aparecendo em letras garrafais no cartucho.
Esta pergunta simples representa o espírito festivo da cidade de Nova Iorque, com suas festas VIP (acrônimo para Very Important People), onde somente um público seleto e exclusivo pode participar. Este espírito foi o que inspirou a criação da fragrância.
A própria Carolina Herrera (a filha) fala sobre este aspecto inspiracional da fragrância no vídeo abaixo:



Com todo este clima de "nightlife", é inevitável deixar de ligar a forma da embalagem à alguns tipos de "estimulantes" que eventualmente aparece em festas como estas.è claro que

Quando se vê a embalagem do perfume pela primeira vez, sem abrí-la, tem-se a sensação de que é somente uma nova fragrãncia, envasada no mesmo frasco que fez o shape famoso, mas esta percepção cai por terra assim que O tocamos, principalmente por que a versão a que tive acesso não era a de 30ml, aquela com 2 frascos em que seus fundos formam a parte redonda da embalagem.
O frasco é de vidro, em formato cilíndrico e foi encaixado cuidadosamente em um tubo de metal dourado, cuidadosamente estampado, muito polido e brilhante, que dá o aspecto de ouro, de peça valiosa mesmo, a todo o produto. O tratamento dourado também foi feito no interior desta peça, o que confere ao produto um aspecto de líquido valioso também. Ainda nesta pela, na sua região lateral, aparece vazado o número 212, o que permite ver o líquido. A palavra VIP e a marca Carolina Herrera foram gravadas em baixo relevo ao lado e abaixo do número 212, respectivamente.

Não deve ser fácil manter as tolerâncias do vidro, que devem ser super apertadas para o fornecedor do frasco, mas são essenciais para que se mantenha o conjunto funcionando.
A pump parece-me comum, mas tem um cache feito especialmente para combinar com o estilo da embalagem que recebe o mesmo tratamento dourado brilhante do tubo metálico.
A tampa é bem simples, mas guarda seus segredos. Feita em material plástico, ela também é recoberta com o metal dourado imitando ouro e tem, no seu interior um ímã poderoso, que elimina a necessidade da fixação por interferência da tampa no frasco. Uma curiosidade interessante, é que a primeira versão masculina do perfume 212, esta que você vê na foto abaixo, lançada há quase 10 anos já possuia detalhes vazados no metal e também um íma em seu projeto e o uso desta tecnologia inspirou um outro perfume, desta vez nacional, que já comentei aqui (Carpe Diem, do Boticário).
Versão masculina de 212 Carolina Herrera 

A utilização de magnetos é muito interessante e confere ao produto o poder de oferecer uma experiência de uso única e inusitada que surpreende até o mais blasé dos consumidores.
O cartucho, não poderia ser mais simples e chique. Todo em papel cartão super branco, traz escrito em dourado o mote da Campanha: Are You on the list?. Uma outra versão (vide foto abaixo) , traz a afirmação: This is a Private Party!, totalmente consonante com o conceito do produto.


Outra curiosidade é que a própria Carolina Herrera (a original, a mãe) esteve no Brasil para o lançamento da fragrância. O cuidado com o nosso País é tamanho, que um site em língua portuguesa foi feito para a fragrância, revelando a confiança da marca por aqui confirmando o belo momento econômico que o Brasil está vivendo.
Gostei muito da embalagem e o resultado é surpreendente. Principamente pois deve haver uma perfeita sintonia entre os fabricantes das peças, pois o acabamento é muito bom! Uma outra tendência que este produto revela é que o dourado, depois de um tempo flertando com o brega, está de volta ao luxo com força total!

Aqui, vc vê alguns dos materiais de divulgação do produto:






E aqui, o filme para TV:


Antes de terminar, só mais uma coisa. Abaixo, algumas das muitas versões do perfume 212, com as quais você já deve ter esbarrado em alguma perfumaria por aí:



Fontes:
Carolina Herrera
212areyouonthelist.com 
Itskika
Wish Report
Guiasibarita
Uol Estilo
Youtube