quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Jimmy Choo - Jimmy Choo


Este casamento entre o mundo da moda e a perfumaria é realmente uma combinação poderosa e vencedora. Mesmo que, em uma análise mais profunda, possamos ter uma pequena tendência em achar que os criativos de um mundo (perfumaria) possam ser engolidos pelos criativos do outro (moda), e, que no longo prazo, não tenhamos marcas fortes de perfumaria pura, não há como negar que os dois combinam, e muito!!!!
O último movimento deste “casamento”, é da marca de sapatos, bolsas e acessórios femininos Jimmy Choo, que lançou seu primeiro perfume, chamado pura e simplesmente de “Jimmy Choo”, e tem a função, segundo os responsáveis pelo lançamento, de ser o acessório definitivo, que complementa o estilo da marca. Ainda, segundo Tamara Mellon, co-fundadora da JimmY Choo, que adora usar perfumes, “há tempos já havia a idéia de se lançar uma fragrância”.
O frasco, desenvolvido “in-house”, tem inspiração nos famosos Cristais de Murano e formato de esfera multi-facetado e a primorosamente decorado com um tom róseo somente nas arestas das facetas. Com a refração do vidro em conjunto com a cor escolhida, o efeito que lembra muito a termolustragem, revelando tons multicoloridos, que vão do palha até o coral. No ombro, foi colocando uma espécie de cache metálico bem discreto com o nome da fragrância gravado em baixo relevo. A tampa, simples e elegante tem formato de um dado em um tom super preto. Nas arestas deste “dados”, um filete prata foi cuidadosamente aplicado.
O cartucho, (veja foto acima) com seu formato retangular continua na tendência da simplicidade técnica, apresenta decoração com padronagem que lembra uma pele de cobra com suas cores e relevo. A marca, aparece em um hot stamping prata sobre um box preto, no mesmo estilo da tampa.
Um detalhe bastante interessante deste lançamento, é que a própria Tamara Mellon participa da campanha de lançamento, aparecendo nas fotos (capturadas pelos fotógrafos Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin) e nos vídeo para TV:




Aqui, o Making-off do vídeo:




Fontes:

quinta-feira, fevereiro 10, 2011

Reveal - Halle Berry

Não é interessante como o vidro é um material nobre e versátil, que pode ser moldado nas mais variadas formas? Nas mãos de um designer criativo então, isto é muito mais do que verdade.
Veja por exemplo, este produto aí na foto acima. Este é o novo perfume que leva o nome da atriz Halle Berry. Sim, eu sei que por aqui ela anda um tanto sumida, mas seu nome ainda vende muito bem muitos produtos.
A inspiração para o nome da fragrância, Reveal, é o convite que se faz para que a mulher revele aquele seu lado mais escondido e precioso. Como o próprio slogan sugere: "Reveal something.., Not everything" - "Revele algo, não tudo". O slogan é um claro contraponto a atual onda de superexposição na qual muitos embarcaram, incentivados principalmente pelo sucesso das redes sociais.
"Revel trata do mistério que há por trás de cada mulher, que nos intriga" complementa Steve Mormoris, Senior Vice Presidente da Coty, gigante da perfumaria, responsável pelo lançamento.
O frasco de vidro ficou sobre responsabilidade da designer Jane Tarallo, que criou uma forma que lembra uma lágrima, porém com quatro lados. A combinação da utilização de fundo grosso, aliado a uma distribuição mais controlada das paredes e também com um inteligente artifício das laterais de aparência lapidada, esconde possíveis diferenças da distribuição e confere um aspecto premium à embalagem.
A pump tem atuador e cache dourados brilhantes. O cache, aliás, tem um baixo relevo na sua porção superior que serve para segurar a tampa e também é o único local onde aparece gravado o nome do perfume.
Já a tampa é tem um formato simples e até clássico, mas não por isso deve ser fácio de se fazer, pois o acabamento é perfeito. Em material plástico pigmentado em um tom levemente dourado palha translúcido, tem forma de um cilíndro que suporta uma "pedra lapidada" no topo.
O cartucho segue a tendência minimalista que já venho apontando há vários posts: formato retangular, utilização de poucas cores (no caso somente 2) e a utilização de algum elemento relevante do design do frasco (no caso do cartucho, o retalhe utilizado foram as estrias horizontais da tampa, reproduzidos na arte do cartucho).

Abaixo, o material para mídia impressa:



Aqui, o comercial para TV:



Fontes: