sábado, abril 30, 2011

Judith Leiber Night - Judith Leiber


A marca Judith Leiber lançou, em janeiro último, a sua segunda fragrância, chamada de Judith Leiber Night. Com foco total em bolsas e acessórios de couro, é natural que as formas e materiais influenciem diretamente o design da embalagem.
O frasco, feito de vidro, tem cor preta e é opaco. Seu formato retangular, sua cor e acabamento mimetizam  as formas e os materiais utilizados nas cobiçadas peças produzidas por Judith Leiber, particularmente na coleção Leiber, com inspiração na Art Deco. Uma das peças desta coleção, uma bolsa de passeio chamada de Streamline foi referência direta para o frasco e para a tampa, que contam com aplicações em cristal Swarovsky, recurso decorativo que foi muito utilizado nas embalagens de perfumes lançados em 2010.
Com tanto brilho, não é de se admirar que o nome da fragrância venha em um simples silk screen branco no painel frontal.
Abaixo, uma foto da tal bolsa:




O cartucho é feito de papel paraná (uma pena que por conta de custo, este material seja tão pouco utilizado aqui no Brasil). Rígido, composto de base e tampa é todo revestido externamente em papel laminado prata brilhante. Já seu interior é todo na cor lilás.



Abaixo, você vê o comercial da fragrãncia para TV e depois um dos desfiles da coleção de bolsas "Must Have Beemn Love":






E Aqui, você vê um trecho da entrevista cedida por Judith Leiber ao Fashion Institute of Technology, onde recebeu homenagem no Holocaust Commemoration Event, onde ela fala de sua vida e dá algumas dicas sobre design de bolsas:



Fontes:
Fragrantica
Fashion Institute of Technology - Broadcast
Fashion Institute of Technology
JudithLeiber.com

segunda-feira, abril 18, 2011

Promise Me - The Susan G. Komen



A Message in a Bottle (Uma mensagem na garrafa). Nunca uma expressão esteve tão ligada a uma fragrância como acontece no caso do perfume Promise Me, que a organização The Susan G. Komen for the Cure está lançando neste mês de Abril e que ficará somente até Outubro deste ano disponível para venda.
O nome do perfume, Promise Me, é o mesmo de um livro escrito por Nancy Brinker, fundadora da entidade e alude à promessa de se criar uma missão com objetivo de ajudar a combater o câncer de mama, feita por Nancy a sua irmã Susan Komen (que dá nome a fundação), antes desta ser derrotada na sua luta contra a doença e parte da renda obtida com a venda do perfume será revertida para a fundação.

O design da embalagem ficou a cargo de Chad Lavigne que se inspirou no símbolo da luta contra o câncer de mama para criar o frasco. Feito de vidro flint, o frasco tem formato circular comum, porém uma atenção especial foi dada à face traseira da embalagem, com detalhes facetados no vidro, reproduzindo um outro padrão conhecido e utilizado como imagem em campanhas relacionadas.
A decoração também foi muito bem cuidada, com detalhes em silk screen rosa e hot stamping dourado brilhante.
O cartucho reflete o código de cores predominantemente rosa e dourado, com detalhes em relevo no painel frontal.
Sobre a pump dourada brilhante, encontramos a tampa dourada que é de uma beleza singular. Seu formato ovalado é ao mesmo tempo, simples e comum, porém tem algo especial e subjetivo que a torna única.
Definitivamente, esta fragrância quer passar uma mensagem!

Aqui, você vê um vídeo de apresentação da Fundação Susan G. Komen e um pouco do trabalho que ela faz:

domingo, abril 10, 2011

Trésor Diamante Noir (Edição de 20º Aniversário) – Lancôme



São raros os produtos que ficam 20 anos no mercado. Na perfumaria, quando isto acontece significa no mínimo que realmente o produto foi aprovado por seu público. E é lógico que a embalagem tem tudo a ver com este sucesso.
Pois é exatamente aí que uma marca mexe quando quer mostrar para o consumidor que uma edição é especial. Em síntese, um perfume só é especial se a sua embalagem assim o representar.
Para comemorar os 20 anos do lançamento do perfume Trésor, a Lancôme lançou em 2010, uma edição especialíssima, com apenas 20 unidades numeradas produzidas (isto mesmo, somente 20 frascos), custando cada um, a bagatela de 2000 Euros.
Chamada de Trésor Diamant Noir, esta edição teve sua embalagem inspirada na rara pedra preciosa (nota: o mundo das pedras preciosas foi tendência presente em todo o  ano passado e explorada por várias marcas, inclusive nacionais).
O design do frasco reproduz e homenageia exatamente a beleza desta gema (o diamante negro que da nome à Edição). Em vidro flint, de acabamento super polido, o frasco possui quatro faces planas e é de difícil realização. Seu formato contribui para uma ótima apresentação de seu conteúdo, um líquido de cor âmbar, muito bonito. Tanto o vidro quanto os moldes devem ser perfeitos para se atingir a qualidade que o produto requer.
Sobre o frasco, foi aplicado um ombro negro brilhante, que junto com um cache em forma de anel feito de hematita (um mineral de cor negra, que quando é utilizado em joalheria, é chamado justamente de diamante negro).
A tampa tem o formato clássico da perfumaria fina, facetada, feita de vidro prensado, colorido na cor preta.
Aqui, uma imagem da versão original do perfume Tresor.
Ao longo dos anos, a Lancôme produziu diversos comerciais para o vídeo para operfume Trésor. Abaixo, você poderá ver alguns, estrelados por belas mulheres, como por exemplo Inés Sastre e Isabella Rosselini. O mais recente, de 2010, traz Penélope Cruz como o novo rosto da fragrância:










Curiosidade: Muito antes deste, a Lancome já havia um perfume com o nome Tresor Magic, cujo frasco tinha um formato muito parecido com o do Hypnose. esta história, você lê aqui.
Fontes:

terça-feira, abril 05, 2011

LOUD - Tommy Hilfiger

 

Parece que a megatendência Vintage realmente está com tudo e não dá sinais de que vai sair de cena tão cedo. É difícil não notar como o passado repaginado está em quase tudo em nossa volta. Ainda mais no mundo atemporal da perfumaria, onde tudo o que clássico reina absoluto!
O caso aqui é que a marca americana Tommy Hilfiger está lançando seu novo duo de perfumes, chamado simplesmente de Loud. 
Direcionados aos amantes da música, a inspiração para as embalagens são os antigos discos de vinil.
Os frascos de vidro, obra do designer Chad Lavigne, tem formato que reproduz exatamente o shape das chamadas "bolachas" que rechearam os toca-discos antes da chegada dos CD players. Na face frontal, círculos concêntricos reproduzem os padrão de ranhuras conhecido dos antigos discos. Os detalhes são muito bem produzidos, que indica a qualidade dos moldes e o alto padrão das embalagens. A decoração é, ao mesmo tempo simples e inteligente. Como o frasco é flint, eles silkaram o nome da fragrância em prata brilhante na face posterior do frasco. Sobre o texto, eles pintaram um círculo magenta/rosa na versão feminina e um preto na versão masculina. A surpresa, mais uma vez é deixada a cargo da refração do vidro e do líquido, que com um uso inteligente do grafismo sobre as ranhuras do "vinil". Assim, a palavra LOUD foi desenhada de forma a aparecer "amplificada" sob as ranhuras, dando a exata sensação de ondas sonoras!
A pump, com capa metálica prata brilhante, não apresenta nada de especial ou diferente de outros produtos existentes no mercado que mereça ser citado.
A tampa é metálica e de formato cilíndrico. Para se manter o tema música, disco de vinil e afins, foram colocadas ranhuras no seu sentido vertical, deixando-a semelhante aos antigos botões de volume existentes nos aparelhos toca-discos.
O cartucho também tem a música como tema para o design. Em formato simples, retangular, os grafismos reproduzem as antigas caixas de fitas cassete, nas cores preta e prata para a versão masculina e rosa e prata para a feminina.











Aqui, você vê um dos filmes feito para TV, com a participação da banda The Ting Ting´s:



Aqui, algumas cenas de bastidores da filmagem do vídeo:






Fontes:
Flora Fauna Visions
Youtube
Fashion Fame

segunda-feira, abril 04, 2011

Les Petites Folies - LuluCastagnette




Esta semana tive a oportunidade  de conhecer os frascos da coleção “Les Petites Folies” dos perfumes da marca LuluCastagnette (pode parecer estranho, mas escreve-se assim mesmo, tudo junto).

São duas versões, chamadas curiosamente de 20:15 e 00:10, em uma alusão livre dos horários onde supostamente as mulheres estão se preparando a balada (20:15) e vivem a balada propriamente dita (00:10).
O conceito para a fragrância, destaca a mulher que está entrando na maioridade, ou na fase onde conquista sua independência, situada em algum momento do fim da adolescência. Segundo o próprio briefing, “uma nova vida, cheia de responsabilidade. Agora, no mundo adulto e com vida ativa, ela orgulhosamente assume este novo papel, ao mesmo tempo que cria seu próprio mundo”.
Toda a inspiração para o design remete claramente aos anos 60 e, de certa forma, procura resgatar o gestual do uso de perfume, existente à época.
Este detalhe fica bastante evidente quando percebemos a utilização de uma atomizador tipo pêra (item de embalagem já comentado aqui no blog – leia artigo aqui). Este tipo de pump, induz a mulher a adotar um outro gestual de uso, mais feminino e delicado, proporcionando uma experiência de uso diferenciada e única.



Aliás, a amostra a qual tive acesso, (que está na foto que estampa a abertura deste post) ostentava uma pump Eternelle (vide foto acima e ao lado), lançamento recente da Aptar, fruto de um extenso estudo da empresa para modernizar estas pumps e oferecer performance diferenciada e segurança no uso (principal reclamação deste tipo de aplicador).
A Aptar, após receber de seus clientes vários pedidos para que desenvolvesse um atomizador que não vazasse (característica comum a este tipo de pump, não importa a marca), criou a Eternelle. Com um design belíssimo, esta pump é um híbrido de uma pump de pré compressão e um atomizador. Além de oferecer vedação satisfatória, Eternelle ainda oferece um sistema de trava (aberto/fechado), o que a torna ainda mais diferenciada em um mercado ávido pode um produto de qualidade como este.
O frasco de vidro, criado pelo designer Thierry Falcon, traz um formado de seixo (ou peebles, como gostam de chamar atualmente). A decoração, composta por reproduções estilizadas de imagens do cotidiano da mulher destacada no briefing, é toda feita em sublimação (ou DGT, como alguns chamam decoradores). Este processo foi desenvolvido em 1997, originalmente para os perfumes Le Male e La Femme, de Jean Paul Gaultier e permite a aplicação de uma imagem 2D sobre uma peça tridimensional. A qualidade e resistência deste processo de decoração são incomparáveis!


Já o cartucho, produzido em papel cartão, foi criado por outro designer – neste caso, Alain Chennevière – e tem formato de abertura no estilo display. Sua decoração multicolorida, em um estilo cartoon, reproduz o ambiente interno de uma residência  e  indica os momentos de uso da fragrância, em uma mensagem alegre e sutil. Toda a escolha das cores e do formato levam em conta este aspecto retrô, sem deixar de lado a jovialidade do público da marca.

Veja abaixo os anúncios para mídia impressa, bem alinhados com o estilo das embalagens:


Clique na imagem abaixo para ver o divertido vídeo feito para a fragrância:


Fontes: