quinta-feira, outubro 27, 2016

L’Envol de Cartier - Cartier

Logo que ví este frasco, lembrei-me que lá por 2005 eu trabalhei em um projeto cujo briefing pedia literalmente “um frasco de perfume dentro do outro”. Na época, fizemos alguns protótipos e o projeto foi engavetado por conta dos custos envolvidos. Mas o design proposto era, em muitos aspectos bem parecido com que a Cartier fez em seu perfume L’Envol.
Chamado de “perfume de ação”, o L’Envol, termo que significa literalmente decolar na língua francesa, relembra e homenageia uma passagem clássica da história da marca, quando Louis Cartier encontrou ninguém menos que Santos Dumont, o pioneiro da aviação e teve conhecimento daquela vontade sem limites que Dumont tinha de fazer o homem voar! Daí, a inspiração para o nome da fragrância.
Inspirado no hidromel, a mítica bebida dos deuses nórdicos, o design da embalagem foi concebido para conter o líquido amarelo que representa o mel, dando-lhe aspecto de uma gota ou ainda uma ampola!
O resultado é uma embalagem extremamente bonita, bem feita e refilável! Composto por um frasco de vidro flint super polido, para que o mesmo “desapareça” em contato com o líquido e por uma cápsula plástica transparente, que permite que o conjunto fique de pé, dando a impressão que a “gota/ampola”, está flutuando. Para se conseguir este efeito e qualidade, a vidraria responsável pelo produto, a italiana Bormioli Luigi, utilizou um processo inovador, desenvolvido durante 5 anos, que une as tecnologias prensado-soprado, normalmente utilizado para produtos de mesa, e os métodos tradicionais de produção de frascos. A inovação permitiu a confecção da peça exterior com parede fina e regular, o que também viabilizou os encaixes necessários para que o produto funcionasse.
Vale notar que a Cartier recentemente também lançou o perfume La Panthere, um outro perfume que utiliza processo de produção de vidro inovador, chamado Impressive, este porém este feito pela francesa Pochet.
Veja abaixo, um vídeo produzido especialmente pela Cartier para mostrar os detalhes da embalagem:


As peças plásticas foram produzidas pela Albéa, que também fornece a pump para o produto. A sua já conhecida pump XD11, própria para perfumaria fina. A tampa possui um sistema retrátil (sobe e desce) que esconde o atuador e impede o uso acidental do produto. Feito em plástico galvanizado que lhe dá este aspecto metálico a tampa possu em toda sua área externa um relevo chamado de “guilloché”, técnica largamente utilizado pela Cartier em seus produtos metálicos.
Detalhe da tampa e do relevo "guilloché"
O conjunto todo possui 9 peças (vide imagem) que precisam encaixar perfeitamente!

Vista explodida dos componentes da embalagem



Cartucho

O design do cartucho, na minha opinião,tem escolhas estéticas que destoam da embalagem primária! Mas esta é somente a minha opinião!
Aqui você vê o spot para tv: