sexta-feira, junho 17, 2011

F-022 – Fujitsu e Folli Follie



Pode parecer que à primeira vista, este post não tenha nada a ver como o “core-business” deste blog. Mas o press-release da Fujitsu me fez refletir sobre o potencial da indústria de dispositivos móveis e imaginar onde é que este povo vai chegar. Se pensamos na essência (e com um pouco de criatividade) vamos ver que o atual estágio de penetração dos telefones celulares tem muito a ver com algumas, senão muitas das novas funções da embalagem. Em ultimo caso, o aparelho é simplesmente a “embalagem” de uma série de serviços, não é mesmo? Um outro aspecto que quero destacar é o fato desta indústria (a de tecnologia de comunicação móvel) ter aparentemente percebido que o território que elas atuam é muito semelhante ao dos perfumes!.
Calma, eu explico! Na minha opinião, a industria de perfumes já sabe há anos que o design e o gestual de uso são componentes essenciais que todo produto deve ter para ter chance neste mercado. E as embalagens são os elementos através dos quais estes dois aspectos (gestual e design) seduzem o consumidor, transformando, ou não, um produto em sucesso.
Pois não é exatamente neste campo que as industrias de tecnologia (especialmente as de celulares) mais investem atualmente? Desde 2007, com o lançamento do iPhone, da Apple, ninguém mais viu um aparelho de celular da mesma maneira. O que mudou? As empresas passaram a ver o celular como centro da experiência de uso. No caso da embalagem de perfume isto é tão óbvio que chega a ser negligenciado por muitos players do mercado.
Os celulares já tomaram o lugar das máquinas fotográficas, dos aparelhos de GPS, das bússolas, dos relógios, dos tocadores de música, das lanternas, das calculadoras, dos espelhos, das agendas e dos cadernos de notas, isto só para citar os usos mais óbvios que este aparelho já incorporou. Poderia o celular também ocupar algum espaço no mercado de embalagens de perfume? Admito que, depois de conhecer o resultado da parceria entre a Fujitsu e da Folli Follie, esta possibilidade não me parece mais tão absurda.
A Fujitsu anunciou o F-022. Imagina que eles desenvolveram, em parceria com Folli Follie, - marca japonesa mais conhecida por suas jóias, relógios e acessórios de moda –  um telefone celular, do tipo flip (aqueles que possuem uma dobradiça no meio), especialmente desenhado para mulheres. Até ai nada de mais. O que diferencia este aparelho, e o que o credencia a figurar neste blog, além do seu acabamento digno de uma embalagem de luxo, é que junto com ele vem um chip destacável perfumado, que permite, segundo a empresa, que o “cliente marque seu território tecnológico com o perfume se sua preferência. Basta aplicar o perfume no chip, encaixá-lo no telefone e cada ligação ganha odores de rosas”
Descrever o aparelho é quase como descrever uma embalagem de perfume. Possui painel suavemente iluminado e corpo totalmente dourado. Um pedra de zircônia, de 2 quilates, lapidada em formato de diamante também foi aplicada no corpo do aparelho.Além das características técnicas normalmente divulgadas para um telefone (câmera, recursos de conectividade, etc.), o detalhe mais destacado pela empresa, é a capacidade do aparelho servir como “delivery contínuo” de perfume, através do chip destacável que fica no verso. Alinhado com o conceito de celular para mulheres, além de ser “a prova d’água”, o telefone também dispõe de um recurso chamado de “Beautiful Skin” incorporado à sua câmera de 8 megapixels. Este recurso destaca “a beleza dos tons de pele”, segundo a empresa.
A princípio, o aparelho chegará às lojas no dia 24/06/2011, somente na China.
Realmente parece que a industria de perfumes, em breve, contará com mais um produto concorrente, que pelo histórico recente de inovações e de inúmeras demonstrações de versatilidade, podem também revolucionar o mercado de perfumes.
Se isto vai acontecer ou não, eu realmente não sei. Mas que é fascinante, não posso negar.

Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos lá! Dê o seu pitaco! Comente!