sábado, novembro 07, 2009

Andy Warhol Success is a Job in New York - Bond n° 9


Acredito que o sonho de todo artista é ter suas criações ao alcance de todos. Isto significa, de certo modo, extrapolar os meios tradicionais e convencionais de exposição artística. Ironicamente, para um designer, esta é uma realidade corriqueira já que o fim do design industrial é reproduzir em massa, suas criações. Isto posto, unir estes dois mundos seria o sonho de consumo de todo artista.
Na minha opinião, é isto que faz o perfume Bond n° 9, que empresta seus frascos como forma de expressão aos mais diversos artistas como se estes fossem milhares de "telas".
A bola da vez do Bond n° 9 é nada mais nada menos do que Andy Warhol, que tem um dos seus conhecidos quadros reproduzidos nas embalagens do novo perfume da marca, lançado em outubro último.
O mais engraçado disto tudo é o conceito do perfume, claramente inspirado no dinheiro, o que quebra com uma das regras não proferidas e mais explorada do mundo da perfumaria: o romantismo.
E mais, faz isto em favor de um dos aspectos mais pragmáticos de Warhol: o consumismo relacionado a arte. Durante toda a sua carreira, Warhol foi fascinado com as conexões entre arte e dinheiro. Nos anos 60 (do século passado), suas famosas latas de sopas estavam repletas de notas de dinheiro. No começo dos anos 80, quando suas pinturas passaram a ser itens de consumo, ele isolou o cifrão (símbolo de valor e do dólar) em uma série de serigrafias.

O design do frasco do perfume Bond n° 9 tem mesmo a vocação para servir de tela, com seus amplos painéis frontal e traseiro. No caso em questão, ele foi pintado de preto e o cifrão característico de Warhol foi impresso por serigrafia a 4 cores perfeitamente encaixadas (um feito ainda a ser alcançado aqui no Brasil). As cores foram escolhidas da série Dollar Signs, criada por Warhol em 1981.

Uma curiosidade: O nome do perfume "Sucess is a Job in New York" vem do primeiro artigo ilustrado por Warhol nos anos 50 para a revista Glamour.

No site Bond No. 9, é possível encontrar a maioria das versões já criadas pela marca, chamadas de "Scents of the City", inspiradas pela atmosfera da Big Apple.

Aqui, o quadro de Warhol que "emprestou" o elemento artístico para a embalagem:


No vídeo abaixo, uma entrevista com Laurice Rahme, onde ela fala sobre a empresa e sua inspiração:


Ideia: Não ia ser o máximo se aqui no Brasil, alguma empresa de cosméticos decidisse lançar uma linha de perfuma inspirada em nossas cidades?

Aqui, uma cópia da página da revista Glamour com o artigo ilustrado por Warhol:



Fontes:
Bond No. 9
University of Southern California

Um comentário:

  1. Eu gosto daquela toda dourada Perfume Signature. Uma fragrância de rosa, musk e oud.

    Eu acho Andy W. genial!!
    ]Eu tinha um cachorro cocker que veio com um chumacinho de pelo mais clarinho na cabeCa, tipo um topete. Parecia o cabelo do Andy W.
    :-)

    ResponderExcluir

Vamos lá! Dê o seu pitaco! Comente!